Pular para o conteúdo principal

A Porta


 
Chegou em casa com os livros.

A chuva não os molhou,

Pois estavam envoltos na sua jaqueta impermeável.

Estranha chuva, aquela,

Repentina,

No meio de um verão causticante.

Sua mãe não havia chegado do trabalho,

Seu pai estava viajando.

Ligou o som,

Blue Oyster Cult.

Sentou-se no sofá,

E começou a namorar os livros

Recém-adquiridos no sebo.

Um dos livros,

Comprara visando inspirar-se

Para escrever seus contos de terror.

Um livro de magia,

Um grimório.

Folheou o volume,

Sentindo prazer em tatear as páginas

Amareladas,

Repletas de anotações de antigos donos.

Não, não eram vários,

A caligrafia era a mesma até a última folha.

Voltou para a folha de rosto.

L.’. N.’.

Achou engraçada aquela abreviação,

Que, como uma chave, desencadeou diversos nomes

Na sua mente.

O disco terminou. Ele estava sonolento.

Foi para o quarto,

E continuou folheando o livro

Deitado na cama.

Olhou demoradamente para a capa.

Uma porta prateada,

E sobre ela, o título,

“A Porta Mestra”.

Achou o nome fraco,

E voltou a folhear,

Detendo-se nos símbolos e fórmulas,

Nas estranhas descrições cerimoniais.

Caiu no sono.

Teve sonhos estranhos,

Em que percorria vielas escuras,

E entrava em cavernas ocultas

Em lareiras de pocilgas medievais.

Numa destas cavernas,

Encontrou um velho maltrapilho,

De vastos cabelos e pele negra.

O velho sorriu,

E transformou-se num imenso lobo.

Um lobo negro!

Acordou, assustado.

O livro jazia ao lado da cama.

Sentiu o cheiro do café.

Sua mão chegara.

Pegou o livro

E o pôs sobre a cômoda.

Entre uma xícara e outra de café,

Sentiu um frio percorrer-lhe a espinha.

Uma associação se fizera na sua mente,

Entre o sonho, e velho, e o livro.

L.’. N.’.

As iniciais de Lobo Negro!

Lutou contra sua tendência a mistificações.

E começou a pensar em um novo conto.

Um livro de contos.
Os Contos do Lobo Negro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

História Alternativa

E se os portugueses encontra-sem as Américas antes dos espanhóis? E se os europeus não saíssem em busca de novos territórios? E o império romano não tivesse acabado? O Brasil perdesse a guerra do Paraguai? Se essas perguntas te perturbam é a hora de levar para suas mesas de RPG o gênero História Alternativa! 

Mais o que é história alternativa?

Histórias alternativas se refere ao um subgênero da ficção especulativa, onde é contada uma história de ficção ou não-ficção, na literatura das histórias alternativas se faz uma pergunta norteadora "o que aconteceria se a história tivesse transcorrido de maneira diferente?" O que diferencia essa gênero de ficção dos outros é o ponto de divergência, que é um ponto na história onde ocorre algum evento que modifica a linha temporal. Quase todas as histórias são baseadas em eventos históricos reais, mesmo que depois aspectos políticos, sociais e tecnologicos mudem muito com o passar do tempo. O ponto de divergência  acontece no passado, faze…

Seis esclarecimentos a cerca do evento e dos projetos!

Voltando a escrever no blog depois de um longo hiato tenho alguns esclarecimentos a fazer e informações para repassar.


- Sobre o evento Subúrbio RPG
O evento não está ocorrendo mensalmente como era a ideia inicial, falta de organização? Descompromisso dos organizadores? Na verdade não, utilizamos um local público, para aqueles que ainda não sabem usamos o Colégio Estadual Barros Barreto como local dos jogos e eventos, e como espaço público está aberto a todos, isso quer dizer que disputamos datas com outros eventos e organizadores, pelo local não ser particular não dá para criar um agenda longa, já que todos podem e tem o direito para utilizar o espaço.


- Sobre O Clube Espirito Livre RPG
O Clube Espírito Livre RPG, é uma organização focada no RPG e em sua divulgação, fundado no estado do Pará, a ideia dessa organização é de expandir o hobby pelo país através de parcerias. O núcleo baiano formou-se meses depois do núcleo paraense. Porém a organização baiana tem liberdade na sua atuação fr…

1D20 Pergunta: Entrevista com Diogo Nogueira

O blog Ponto de Experiência foi um divisor de águas no meu aprendizado como mestre e jogador de RPG. Posso dizer com segurança que o blog do carioca Diogo Nogueira teve o mesmo impacto de quando conheci e joguei meu primeiro jogo de RPG. Um novo mundo se mostrou, aprendi termos como Old School, OD&D, Espada & Feitiçaria, retro-clone entre outros; do blog retirei dicas para minhas primeiras mesas de D&D e a partir das dicas que encontrei aprendi a jogar bem melhor o hobby. É sempre ótimo ver um trabalho tão bom e com qualidade como o feito no Ponto de Experiência.Em 2012, Diogo iniciou seu mais ousado projeto (em minha opinião) e maior sonho de qualquer mestre de RPG, seu mundo próprio. Nasce assim os Bruxos & Bárbaros, jogo que emula a paixão pelo Old School e pelo gênero literário Espada & Feitiçaria. 
   O RPG está fazendo 40 anos, o D&D também, o hobby segue uma nova etapa com o lançamento do D&D Next nesse ano de 2014. E para falar um pouco sobre RPG …